QUEIMADOS GANHA 1ª CLÍNICA DA FAMÍLIA

A clínica inaugurada nesta quarta tem capacidade para atender até 14 mil pessoas



A 1ª Clínica da Família de QueimadosDr.º Robson Romero de Oliveira foi entregue aos moradores do bairro São Jorge nesta quarta, 1/10, com a presença de várias autoridades municipais e do Estado do Rio de Janeiro, além da comunidade local que fez questão de prestigiar o evento. Com capacidade para atender 14 mil pessoas, a Clínica conta inicialmente com três equipes técnicas nos moldes da ESF – Estratégia de Saúde da família, ou seja, clínico geral, dentista e pediatra, no entanto, está preparada para receber até quatro equipes.


Por ser uma Clínica da Família, seu atendimento é amplificado com diversos outros serviços de saúde, como coleta de preventivo, pré-natal, vacinação, curativos, planejamento familiar, entre outros. A Clínica conta com uma infra-estrutura com 20 salas, sendo cinco consultórios, sala de descontaminação, curativo, 5 banheiros, sendo dois adaptados para pessoas com necessidades especiais, masculino e feminino, além de balanças especiais para adultos, obesos e crianças, entre outros departamentos administrativos.


Uma das equipes é oriunda do bairro Tricampeão, explicou a secretária de saúde, Dr.ª Fátima Cristina. “Estamos retirando a equipe do bairro Tricampeão que trabalhava em uma casa alugada e com pouca estrutura, agora os pacientes deste bairro terão mais conforto no atendimento. Vale ressaltar que os moradores do bairro São Jorge serão cadastrados pelos agentes para serem atendidos pelas novas equipes da ESF e que o trabalho é feito com base na prevenção, logo, mesmo que você não esteja doente, será acompanhado pela Clínica eternamente”, observou.


O prefeito Max Lemos, acompanhado da primeira dama Ana Paula fez a entrega oficial da Clínica aos moradores, acompanhado do secretário de estado de saúde, Marcos Esner e ressaltou a importância das parcerias para concluir as obras no bairro. “Este era um bairro com o menor Indice de Desenvolvimento Humano da cidade - IDH e através de grandes parcerias conseguimos construir 406 casas populares, asfaltar todo o bairro, construir a 1ª creche municipal, escola e agora a 1ª Clinica da família. Os investimentos na cidade chegarão a R$ 500 milhões até o final deste ano. Se fossemos contar somente com a arrecadação própria, que não chega a R$ 5 milhões/ano, levaríamos 100 anos para realizar tudo isso”, analisou.

Quem são os Usurários

Os moradores beneficiados pela 1ª Clínica da Família do bairro São Jorge serão basicamente do próprio bairro e do bairro Tricampeão, explicou Nadia Reis, coordenadora das ESF. “Vale ressaltar que ao atingir a quantidade de pessoas cadastradas, o excedente não ficará sem acompanhamento. “Temos a política de encaminhar estes pacientes para outras unidades mais próximas e  UBS também. Hoje o bairro é dividido como São Jorge 1 (condomínio com 406 moradias) e 2 (o restante do bairro).” Observou.

Para Daniela Gonçalves, moradora do condomínio Ulisses Guimarães, que fica ao lado da Clínica da Família, a unidade chegou em boa hora. Com 22 anos e uma filha de 9 meses, ela sofre de hipertensão e a unidade mais próxima fica a cerca de 6km de distância de sua casa. “Nem estou acreditando que vou receber um agente na minha casa para marcar uma consulta ou exame porque estou acostumada a passar madrugadas na fila e ainda esperar meses para ser atendida”, contou a moradora que visitou todas as instalações da Clínica e elogiou a estrutura. “Parece até clínica particular. É linda”, disse ao visitar os consultórios.

1ª Clínica da Família recebe o nome de renomado médico da cidade


O saudoso deputado federal Dr.º Robson Romero de Oliveira (PSDB-RJ) recebeu 24.301 votos nas eleições de 1994 e conseguiu a suplência do deputado Ayrton Xerez, ex-superintendente da Caixa Econômica Federal no Estado. Com a ida de Xerez para o secretariado do governador Marcello Alencar, Dr. Robson assumiu sua vaga na Câmara. Em 1997 foi suplente do ex-deputado Eduardo Mascarenhas, que morreu em abril do mesmo ano, cumprindo mandato de menos de um ano. O médico cardiologista e clínico geral morreu aos 45 anos de traumatismo torácico em decorrência de um acidente automobilístico na estrada que liga Rio Bonito a Araruama, no Estado do Rio, quando o veículo capotou na terça-feira, 2/09/1997.  O deputado ainda ficou internado durante 15 dias, mas não reagiu aos ferimentos. Ele foi velado no Queimados Futebol Clube, em Queimados (Baixada Fluminense), e enterrado no cemitério de Inhaúma (zona norte do Rio). Fonte: Agência Folha e UOL.

Família agradece

Familia Robson Romero, mãe, irmã, sobrinho e filho
A homenagem feita pelo prefeito Max Lemos foi recebida com muito carinho pela família que fez questão de comparecer na cerimônia de entrega da 1ª Clínica da Família, Dr.º Robson Romero de Oliveria. A mãe, Dona Maria das Dores Fernandes Freitas, emocionada mostrava o tempo inteiro a foto do filho para os visitantes. A irmã e o filho que leva o mesmo nome do pai, Robson Romero, 32 anos, também acompanharam a homenagem.  “Meu filho foi uma pessoa abençoada e querida por todos. Um filho, marido e pai exemplar. Falar dele é muito difícil para nós porque foi uma perda repentina que nos abalou bastante, mas temos muito orgulho dele”, destacou.

Depoimentos

prefeito Max Lemos e Dona Maria
 “Ele era o orgulho da família. Um exemplo de ser humano. Ficamos muito felizes em poder homenageá-lo e vamos trabalhar para que esta clínica faça jus ao seu nome porque é uma daspessoas mais honradas que eu já conheci na vida. Ele atendia seus pacientes em qualquer lugar e a qualquer hora com o maior carinho, por isso, era tão amado.”
Prefeito de Queimados -  Max Lemos


 “Muito amigo e prestativo. Era aquele médico popular que todo mundo gostava, principalmente os idosos. Na política, lembro-me dele lutando muito para garantir as verbas do nosso tão sonhado hospital. Sua morte precoce frustrou os planos políticos de ser prefeito da cidade de Queimados. Chegou a concorrer com Dr.º Jorge Cesar. Tenho certeza que a raia política teria outra formação se ele estivesse vivo.”
Correligionário -  Ex vereador pelo PSDB,  José  Carlos Nunes de Paula


 “Mesmo com atendimento gratuito, alguns pacientes faziam questão de pagar, mesmo que fosse com um cacho de bananas ou uma galinha. A moeda de troca da época, na verdade não era a consulta e sim o carinho que ele tratava seus pacientes, conta uma amiga da família. Ele era uma pessoa sorridente e atendia a todos com boa vontade. Mesmo como deputado ele fazia questão de fazer plantão em seu centro social que funcionava na Avenida Dr. Pedro Jorge, Centro, Queimados, uma vez por semana.”

                                     Amiga de infância -  Pérsia Tereza





 Fotos Felipe Bragança







PATROCINADOR