Alunos do Circo Social Baixada apresentaram espetáculo gratuito em Queimados

“Era Só mais um Silva” teve quase 100 jovens 

Michele Langer, Vitor e a coordenadora do Circo Social Baixada, Nilcelene Moreira
Crianças, jovens e adolescentes da Associação Circo Social Baixada mostraram seus talentos no picadeiro. Quase 100 alunos do projeto “Um trampolim para inclusão”, patrocinado pelo programa Petrobras Socioambiental e com apoio da Prefeitura de Queimados, se apresentaram neste sábado, dia 25, o espetáculo “Era Só mais um Silva” no próprio espaço do Circo Social Baixada. O espetáculo, que teve apresentações de malabares, saltos na cama elástica, acrobacias e penas de pau, contou a história de muitos jovens que vivem com dificuldades nas comunidades da Baixada Fluminense e lutam diariamente para garantir o sustento de maneira digna.

Criado em 2002, o Circo Social Baixada foi desenvolvida para acolher jovens sob vulnerabilidade social oriundas do conselho tutelar e de abrigos do município e usar as artes circenses como inclusão social e entretenimento. Atualmente, o projeto atende cerca de 250 crianças que têm oficinas de circo, teatro e dança, de segunda a sexta-feira, nos horários da manhã e da tarde.


Vitor ensaiando lira no picadeiro do Circo
O adolescente Vitor Schreder, de 13 anos, quando perguntado sobre o que almeja ser quando crescer não pensou duas vezes: “Sonho em ser artista circense. Entrei no projeto quando tinha sete anos, porque minha mãe não queria que ficasse na rua do bairro. Ela não queria que eu andasse com más companhias depois das aulas. Todos os dias faço aulas de pernas de pau, lira e teatro”, disse Vitor, um dos integrantes do espetáculo durante o ensaio geral.


Acompanhando o ensaio geral, a subsecretária municipal de Cultura, Infraestrutura e Projetos Especiais, Michele Langer, falou sobre a importância do projeto de inclusão social na cidade. “É muito bom ver um projeto como o Circo Social dar certo. Muitas crianças e adolescentes usam esse espaço para se dedicar aos seus sonhos. É melhor eles fazerem atividades aqui que ficar nas ruas”, comentou. A previsão é que quase 300 pessoas assistam ao espetáculo. O Circo Social Baixada fica na Rua O, n° 2597, no bairro Vila Camorim.

A Folha Kariocas esteve no local acompanhando de perto o evento que foi um sucesso total de inclusão social, vários pais se emocionaram com as apresentações. A população compareceu em massa para prestigiar o evento.

Ensaio geral do espetáculo ano Circo Baixada

VÍDEO EM DESTAQUE

CONTRATE NOSSOS SERVIÇOS E CONHEÇA MELHOR NOSSA EMPRESA

CONTRATE NOSSOS SERVIÇOS E CONHEÇA MELHOR NOSSA EMPRESA
Prestação de serviços