Federação de policiais federais apoia greve dos caminhoneiros

A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) divulgou, neste domingo (27), uma nota de apoio à greve dos caminhoneiros.
Protesto de caminhoneiros nesta segunda-feira - Foto: Divulgação

RIO DE JANEIRO - No documento, a entidade afirma que “o objeto de luta dos caminhoneiros também representa a vontade de todos os brasileiros. Assim, a luta da categoria é a nossa luta”. A Fenapef ainda destacou que seu compromisso é de “jamais funcionar como polícia de governo ou um braço armado contra os manifestantes”.
Leia a íntegra da nota da Fenapef:

“No dia 11 de junho de 2017, caminhoneiros e cegonheiros fizeram manifestações em várias rodovias brasileiras em apoio à Polícia Federal e ao combate à corrupção.
De lá pra cá, discutiram por diversas vezes sobre iniciar ou não um grande movimento nacional contra a absurda política de aumento de combustíveis implementada pelo Governo Federal.

A Federação Nacional dos Policiais Federais (FENAPEF) e suas entidades representativas nos 27 estados acompanham com atenção e muita preocupação o desenrolar das negociações entre representantes dos caminhoneiros e do Governo, em busca de uma solução que atenda aos anseios dos trabalhadores e da população brasileira.
É fato que o objeto de luta dos caminhoneiros também representa a vontade de todos os brasileiros. Assim, a luta da categoria é a nossa luta. Com gratidão e reconhecimento ao movimento que iniciaram em 2017, as entidades representativas sindicais dos policiais federais manifestam seu apoio ao movimento dos caminhoneiros, ocasião em que reafirmam seu compromisso de defender o povo brasileiro e de jamais funcionar como polícia de governo ou um braço armado contra os manifestantes.

Por
 
Luiza Calegari





COMUNICAÇÃO E TECNOLOGIA

País pode conviver com falhas de celular e internet reflexos da greve dos caminhoneiros  

Empresas do setor reclamam que por falta de combustível, não têm como realizar serviços de manutenção; sindicato pede prioridade à Anatel

Operadoras pode sofre apagões por falta de combustível - Foto: Divulgação

RIO DE JANEIRO – Diante da greve dos caminhoneiros, SindiTeleBrasil, sindicato das empresas de telecomunicações, pede prioridade para a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) no abastecimento de veículos de manutenção das teles, a fim de garantir o funcionamento da rede no caso de grandes falhas.
O pedido é de que as operadoras sejam atendidas de acordo com o Decreto de Garantia da Lei e da Ordem, assinado na última sexta-feira (25) pelo presidente Michel Temer, diante das complicações da greve dos caminhoneiros, que hoje está em seu oitavo dia. O decreto também autoriza as Forças Armadas a atuarem no desbloqueio de rodovias.
O sindicato argumenta que não abastecer os veículos de manutenção das teles pode prejudicar as telecomunicações do país, o que afetaria os consumidores, empresas e serviços essenciais, como hospitais e segurança pública. No pior dos cenários previstos, o país pode ficar sem internet móvel, sem telefone e sem SMS.
Em entrevista ao jornal Valor Econômico, Juarez Quadros, presidente da Anatel, afirmou que a greve dos caminhoneiros pode afetar serviços telefonia móvel e internet. Ainda assim, ele ressaltou que “não temos registro de ocorrências que agravem os serviços”.
Do grupo da NET, a Claro também divulgou nota informando que seus serviços de manutenção podem ser afetados em razão da falta de combustível nos postos, em consequência da greve dos caminhoneiros.
FONTE: https://exame.abril.com.br  Por Lucas Agrela

POLICIAIS PRENDEM LADRÃO DE CARROS EM NITERÓI


Criminoso roubava os veículos e levavam para Favela Nova Holanda, de onde eram clonados e revendidos em sites e grupos de venda

Sidnei da Conceição Ribeiro da Silva de 21 anos, mais conhecido como Nem (Foto: Divulgação)
Da Redação



NITERÓI - POLICIAIS CIVIS da 78ª DP (Fonseca) prenderam em flagrante na noite dessa quarta-feira (17/05) SIDNEI DA CONCEIÇÃO RIBEIRO DA SILVA (21), mais conhecido como NEM. Ele, que é morador da Ilha do Governador, foi identificado nas investigações feitas  pela distrital como autor de vários ROUBO DE VEÍCULOS praticados nos semáforos da localidade do Ponto Cem Réis, área das 78º DP, no FONSECA.

 Munidos de informações produzidas pelo Setor de Inteligência da delegacia, e com base em levantamentos estatísticos dos roubos ali cometidos, os agentes da 78º DP se revezaram em uma vigilância velada na região, de acordo com os dias e horários de maior incidência da prática de ROUBOS.

Ontem, finalmente, por volta das 20:00h, os policiais conseguiram reconhecer e efetuar a prisão de NEM assim que ele chegou no local, e antes que ele fizesse mais uma vítima. Com NEM os agentes apreenderam um Revólver com a numeração suprimida carregado com cinco munições.

No decorrer do dia de hoje as vitimas foram convidadas a comparecer na Delegacia e quatro destas reconheceram categoricamente o acusado e o revólver apreendido em posse dele. As demais não puderam comparecer na distrital.
 De acordo com as investigações NEM atuava sozinho, escolhendo suas vítimas entre mulheres e idosos na condução de veículos Sedans ou SUVs, parados no semáforo do Ponto Cem Réis. Imediatamente após os roubos NEM levava os carros para a Favela da Nova Holanda, no Complexo da Maré, onde os entregava para um homem que já foi identificado pelos agentes da 78ª DP. Este homem era quem encomendava os veículos que posteriormente eram clonados e vendidos em sites específicos da internet. NEM recebia valores que variavam de mil a dois mil reais, dependendo do veículo roubado.

Ele será encaminhado ao sistema prisional onde ficará preso e a disposição da justiça.

DISQUE DENUNCIA PEDE INFORMAÇÕES SOBRE OS ENVOLVIDOS NA MORTE 54º AGENTE DE SEGURANÇA NO RIO



RIO - O Portal dos Procurados divulga cartaz de? Quem Matou? para obter informações que possam ajudar a Delegacia de Homicídios da Capital? DH - na identificação e na prisão dos envolvidos na morte do Cabo da Polícia Militar do Rio de Janeiro Rafael Silva Estevão, de 34 anos. O cabo estava na corporação desde 2012. Para está sendo ofertada uma recompensa de R$ 5 mil pela captura dos assassinos.

Lotado no Centro de Controle Operacional da Polícia Militar? CECOPOM -, o cabo foi morto durante uma tentativa de assalto em Botafogo, Zona Sul do Rio. O crime aconteceu por volta das 22h40, na Rua Dezenove de Fevereiro, na altura do número 159. Ele saía de seu carro quando foi surpreendido pelos criminosos. O PM tentou se desvencilhar, mas foi atingido na região do tórax e morreu no local.
Policiais do 2º BPM? Botafogo - foram acionados para verificar a suspeita de um homem baleado. Ao chegarem no local, o cabo Rafael já estava morto.

A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) foi acionada. Um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias do crime e a autoria dos disparos. Agentes da DH buscam imagens de câmeras de segurança e testemunhas.
Em cinco meses, de 2018, no Rio de Janeiro, já possui o  registro 140 agentes de segurança que foram baleados? sendo que 50 da Policia Militar, 02 da Polícia Civil e 02 da Secretária de Administração Penitenciária (SEAP), não resistiram e morreram.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos envolvidos na morte do PM, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular - Disque Denúncia RJ - . O Anonimato é garantido.
Todas as informações serão direcionadas para Delegacia de Homicídios? DH -, que ficou encarregada das investigações e do inquérito criminal.

DELEGADO E FILHA SÃO BALEADOS EM TENTATIVA DE ASSALTO


Um delegado aposentado foi atingido de raspão na cabeça durante uma tentativa de assalto no bairro da Urca, Zona Sul do Rio nesta quinta-feira (17)

Veículo do Delegado perfurado por tiros
Foto: Via WhatsApp
Da Redação

RIO - De acordo com a Polícia Militar, o agente estava no carro com a filha quando foi abordado por criminosos armados próximo ao Iate Clube Guanabara, um dos mais tradicionais do Rio. Houve uma troca de tiros.

A filha que tava junto do agente também foi atingida, foi baleada na cabeça. Ela foi socorrida ao Hospital Municipal Rocha Maia, na mesma região.

O delegado foi encaminhado para o Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon.
Os dois tem quadro de saúde estável.

A Polícia Militar realiza buscas na região para localizar os criminosos.

PATROCINADOR